img

Perguntas Frequentes sobre Compostagem Doméstica

Dizem que, quanto mais aprendemos, mais temos certeza que pouco sabemos. Nessa mesma linha, quanto mais praticamos alguma coisa, mais e mais dúvidas aparecem. Pensando nisso,  consolidei no formato perguntas e respostas as principais dúvidas sobre o manejo do minhocário. Acredito que a grande maioria das situações estejam aqui. Mas caso a sua dúvida não esteja, coloque-a no campo de comentários.

Cabe ressaltar que fazer compostagem não é uma ciência exata. O tempo para compostar, bem como o resultado do processo dependem de vários fatores como os tipos de resíduos, a espécie de minhoca usada, o tamanho das caixas e o local usado para instalar o minhocário. Assim, é natural que algumas pessoas tenham resultados um pouco diferentes dos informados abaixo, sem que isso prejudique o benefício do húmus para as plantas. O que vale é fazer e observar os resultados!

Leia também:

Como fazer compostagem doméstica sem minhocas (passo-a-passo)
O tamanho do minhocário começa na sua cozinha

 

1. Espécies de minhocas: diferenças básicas

vermelha-da-califórnia, também conhecida como californiana ou minhoca-do-colarinho-branco, é uma espécie originária do Norte da Europa. Apresenta um comprimento médio quando adulta entre 7 e 13 cm, com um diâmetro máximo de 3 a 5 mm. Sua cor é vermelho amarronzada com listras amareladas entre os anéis.

gigante-africana é originária do oeste e norte da África, apresentando a cor vermelha amarronzada e reflete as cores do arco-íris no dorso. É significativamente maior do que a vermelha-da-califórnia, chegando a 20 cm de comprimento e 9 mm de diâmetro quando adulta.

Para produção de húmus, a espécie mais indicada é a vermelha-da-califórnia. Ela se adapta bem a regiões tanto de clima temperado como tropical, permitindo a produção de húmus o ano todo.

Já a gigante-africana, embora também seja indicada para produção de húmus, só apresenta boa produtividade nas estações quentes. Por isso, é mais indicada para produção de iscas.

Assim, as duas espécies são indicadas para compostagem doméstica. Se o objetivo for apenas a produção caseira de húmus, a melhor espécie é a vermelha-da-california.

2. Com quantas minhocas eu começo?

Segundo literatura especializada, a quantidade ideal de minhocas para se iniciar uma criação são 1.000 minhocas por metro quadrado.

Mas é preciso considerar que essa quantidade está indicada para minhocários em valas ou montes, com resíduos ou estercos previamente compostados. Além disso, minhocários domésticos não são previamente cheios, e sim recebem os resíduos orgânicos na medida em que são gerados em casa. Por essas razões, a quantidade de minhocas para um minhocário doméstico precisa ser um pouco menor.

Dimensionando a quantidade recomendada para um minhocário doméstico com duas caixas de 45cm x 35cm x 20cm (aproximadamente 0,16 m2), o número para começar não deve ser superior a 120 minhocas adultas, lembrando que é preciso colocar cerca de dois dedos de húmus na caixa antes de colocar as minhocas. Em dois meses a população deverá dobrar e, em quatro, já será capaz de produzir.

Cabe ressaltar que o manejo de minhocários domésticos que processam resíduos orgânicos é diferente de minhocários industriais que processam substratos previamente compostados. Enquanto o primeiro vai recebendo os resíduos na medida em que são gerados, o segundo insere as minhocas em substrato totalmente favorável ao processamento.

Por isso, atentar para alguns procedimentos é fundamental:

    • Quando a primeira caixa fica cheia é preciso move-la para o meio. Isso permite os resíduos sejam totalmente compostados e processados pelas minhocas.
    • Com uma população quadruplicada, o húmus estará pronto para separação em 4-6 semanas.
    • Para fazer a separação, use uma peneira grossa número quatro.
    • A separação não é obrigatória. Com os resíduos compostados, a maior parte das minhocas já estará trabalhando na outra caixa. Assim, é possível aplicar o composto diretamente.

Atenção: use o húmus em até seis meses após a coleta. Acima deste período o húmus passa a perder nutrientes.

3. Quanto tempo demora para começar a produzir húmus?

O prazo varia de acordo com a quantidade de resíduos utilizada e o clima. No calor, o tempo médio é de 25-30 dias. Já no inverno chega a 45 dias. Por isso é importante atentar para as dicas dos itens 14 e 19.

Aguarde encher a caixa de cima até a metade, passe-a para baixo e aguarde o prazo. Faça o mesmo com a outra caixa. Quando for usar a caixa 1 novamente, a quantidades de minhocas já será suficiente para compostar a caixa cheia.

Dica: para reconhecer se o húmus está pronto, basta checar se ainda existem resíduos a serem compostados.

4. Qual a taxa de reprodução das minhocas?

Num ambiente de umidade e temperatura ideais, a quantidade inicial de minhocas dobra a cada dois meses.

5. Preciso revirar os restos de alimentos no minhocário periodicamente?

Não.As próprias minhocas são responsáveis por isso. O único cuidado é evitar que os resíduos fiquem muito compactados ou úmidos. Se perceber isso, então é bom afofear o conteúdo. Mas faça com bastante cuidado para não machucar as minhocas.

6. Qual a função da torneira no minhocário?

A torneirinha é fixada na caixa de baixo para facilitar a coleta do chorume. De outra forma seria preciso desmontar todo o minhocário para fazer a coleta.

7. Por que colocar serragem, folhas secas ou jornal toda vez que colocar alimentos?

Manter os restos de alimentos cobertos é importante para evitar cheiros e bichinhos indesejáveis.

8. O que posso colocar no minhocário?

Podem ser colocados para compostar frutas, legumes, verduras, grãos e sementes, saquinhos de chá, erva de chimarrão, borra de café e de cevada (com filtro), sobras de alimentos cozidos ou estragados (sem exageros) e cascas de ovos, palhas, folhas secas, serragem, gravetos, palitos de fósforo e dentais, podas de jardim, papel toalha, guardanapos de papel, papel de pão, papelão, embalagem de pizza e papel jornal (sem cor).

9. Posso usar qualquer resto de alimento no minhocário?

Nem todos os tipos de restos podem ser jogados. Não devem ser colocados no minhocário carnes de qualquer espécie, casca de limão, laticínios, óleos, gorduras, papel higiênico usado, fezes de animais domésticos, excesso de frutas cítricas (laranja, mexerica, abacaxi, etc), excesso de sal (sobras de comida), alho e cebola.

10. Posso usar esterco de bovinos, caprinos, suínos e galináceos no minhocário?

Pode. Só tome cuidado com a quantidade. Como o esterco vai compostar e aumentar a temperatura do minhocário, uma grande quantidade de esterco por tornar o ambiente muito quente para as minhocas.

O ideal é colocar o esterco após ser curtido durante 90 dias protegido da luz e da água da chuva. Nesse estado ele já não elevará a temperatura do minhocário.

11. Posso colocar fezes de animais domésticos?

Não é indicado. A compostagem é lenta e o chorume gerado precisa ser corretamente destinado para que não haja contaminações com organismos patogênicos.

Isso vale também para o papel higiênico usado.

12. Posso colocar restos de animais no minhocário?

Não recomendo. Restos animais são complicados de manejar pois demoram muito para compostar, gerando mau cheiro e podendo atrair roedores.

13. Posso usar no minhocário a grama ou poda do jardim?

Pode.

14. Posso colocar restos de alimentos cozidos?

Pode, desde que em pequenas quantidades, como em sobras de refeições. Se colocar muito alimento cozido pode aumentar a quantidade de sal no minhocário, que vai prejudicar as minhocas.

15. Qual o melhor local para posicionar meu minhocário?

O ambiente ideal precisa ser arejado e sem incidência direta de luz solar. Muito calor pode causar fuga de minhocas. No inverno é ideal avaliar se o local tem incidência de ventos, o que vai reduzir ainda mais a temperatura do minhocário.

As minhocas regulam sua temperatura corporal pelo ambiente e são mais ativa no calor.

16. Preciso molhar meu minhocário?

Não pois a água dos alimentos já faz isso.

17. Como saber se a umidade dentro do minhocário está adequada?

Pegue um pouco de composto e aperte na mão. Se saírem algumas gotas de água, a umidade está ideal. Se houver pouca água, uma solução é umedecer o composto. Já se houver muita água, deixe o minhocário sem tampa até que o excesso de água evapore.

18. Qual a frequência para coleta do chorume?

Faça coleta uma vez por semana. Deixar acumular chorume na última caixa pode ocasionar afogamento de minhocas, que geram um odor bastante desagradável.

19. Como posso usar o chorume?

O chorume é um biofertilizante muito eficiente. Basta diluir na proporção de 1 para 10 de água e aplicar nas plantas.

20. Como dimensiono o tamanho das caixas do minhocário?

O tamanho das caixas a serem usadas depende de quanto resíduo você gera. Para saber esse volume, deixe na pia um recipiente com tampa que tenha de 3 a 5 litros. Marque o dia que começou a encher e avalie quanto tempo levou para que o recipiente ficasse completo. Divida o volume do mesmo pelos dias que levou e você terá sua média / dia. Multiplique o resultado por 45 e você terá o volume que precisa para as duas caixas de cima. A última pode ser menor, desde que permita um bom encaixe.

Observação: considero 45 ideal pois é o número de dias que o composto pode levar para ficar pronto no inverno. Lembre-se que quanto mais quente, mais rápido é o processo, mas o minhocário não deve ter incidência direta de sol. Proteger dos ventos e da chuva já minimiza a interferência do tempo.

 Créditos pela imagem: daqui

  • Wiik Wiik

    olá, tenho um projeto de escola pra fazer um minhocario, fomos preparar o composto para as minhocas, mas ao inves de fermentar, o composto esta apodrecendo, usamos no composto: restos de vegetais, resto de frutas, pó de chimarrão, folhas seca e serragem. não regamos nem uma vez pois as frutas estavam com bastante agua. oq posso fazer para reverter esse quadro? tem solução ou terei q começar tudo do zero??

    • Olá! Em geral o problema está na umidade, que é a grande vilã na compostagem. Sempre recomendo aumentar a quantidade de matéria seca e misturar no composto com cuidado caso já tenha minhocas. Principalmente se o clima estiver muito úmido.

      Outro ponto é o tamanho dos pedaços dos restos colocados no minhocário. Já testei e se puder picar bem ou triturar melhora muito a compostagem, evitando o mal cheiro.

      Espero ter ajudado!

  • Pingback: O tamanho do minhocário começa na sua cozinha - Mais Com Menos: Vida Simples e Prosperidade Sustentável()

  • CAMILA

    Olá.. tenho um minhocario destes de tres caixas empilhadas. Tenho apenas 30 minhocas californianas, posso pegar algumas minhocas dos canteiros para colocar lá no minhocario ou será que não é bom misturar as raças das minhocas?

    • joão

      fiz minha compostagem em balde ,da primeira vez encheu de bicho ou larvas,não sei bem o que são parece lagartas era tantas que ate sairam do balde pelos buraco de saida do churume botei algumas minhocas que tirei da terra na beira do rio e sumiram. quero saber onde errei ,por favor mim ajude.Desde já agradeço.

      • Elaine Maria Costa

        Em geral isso acontece em razão do excesso de unidade, que gera baixa oxigenação. Também ocorre quando colocamos muita comida cozida ou processada.

    • Elaine Maria Costa

      Não misture as raças. Isso diminui o ritmo da compostagem e também da multiplicação das minhocas.

    • Elaine Maria Costa

      Não misture as raças. Isso prejudica a compostagem e a multiplicação das minhocas.

  • Pingback: O que a limpeza da geladeira me ensinou sobre procrastinação | Viva de Propósito()

  • Dina

    Quero muito um minhocaro mais as minhocas morre n sei oq fasso alguem pode ajudar

    • Elaine Maria Costa

      São vários os fatores que causam a morte das minhocas, mas em geral os maiores problemas são na temperatura alta da composteira e no excesso de umidade.

  • Mario Ferrari

    Mto bom dia !!!

    Gostaria de saber, se posso misturar na minha compostagem, cinza de madeira e serragem fina, com a terra, e qual proporção.
    É saber também se não vai prejudicar as minhocas e a compostagem.

    Desde de já agradeço.

    Mario

  • Sandra Fernades

    Boa tarde, moro em apartamento e fiz uma compostagem domestica sem minhoca, com quase um mês acumulando o lixo doméstico surgiu larvas, tive que jogar fora. o que pode ter ocorrido de errado? Desde já agradeço sua resposta.

  • alex

    sou marinheiro de primeira viagem e estou tendo dificuldades com minha composteira. para começar eu mesmos a fiz, foi muito difícil encontrar os matérias (caixas), mas encontrei. o segundo problema foi a presença das drosófilas; coloquei uma tela feita com meia calça para elas não passarem, mas não vedou 100% porque continuei as vendo dentro da composteira. 3º problema: surgimento de larvas nas bordas de dentro da caixa e ao revirar um pouco o conteúdo da caixa verifiquei a proliferação de larvas. o que devo fazer? jogo todo material da caixa fora? se eu jogar cinzas de carvão e sufocar/matar as larvas, o material poderá ser usado nas plantas (chorume e a terra)?

  • Anselmo

    1- ao acrescentar material organico na caixa de cima as minhocas vão começar a migrar pra ele; isso não vai acabar esquentando e matando as minhocas que se precipitaram e subiram atrás da nova comida?

    2- recebi uma porção de vermelhas da califórnia mas não tenho composto pronto. O que posso colocar pra elas comerem enquanto o composto nao fica pronto. Se for restos organicos (verduras, frutas, casca de ovo, borra de cafe, etc) isso nao vai esquentar e matar elas?

    Vi na internet várias pessoas com as composteiras na area de serviço e até mesmo na cozinha; acontece que o pouquinho que tenho em apenas um dia, ja juntou mtas varejeiras e drosófilas. Li algumas pessoas aqui falarem que isso é normal. Então, como as pessoas tem composteira na cozinha?

  • André

    Olá, bom dia!

    Tenho algumas dúvidas bem diversificadas, então, vou numerá-las. Se puder me ajudar, eu agradeço!

    1- Eu fiz uma composteira de acordo com um vídeo que vi no youtube utilizando baldes plásticos de margarina de 15 litros que são brancos mas não são transparentes. Não pintei de preto mas eles não deixam passar luz para dentro. Pode ficar assim mesmo?

    2- Estou colocando os restos de alimentos conforme as instruções que encontrei na internet de “o que pode e o que não pode”. Minhas minhocas estão muito bem e a decomposição está indo de vento em popa mas apareceram umas larvas brancas no meio dos resíduos. É normal?

    3- Estou utilizando a grama seca que corto do meu próprio jardim para cobrir as sobras de alimentos que coloco na composteira. É necessário revezar algum outro tipo de material para cobrir os alimentos ou posso usar sempre a grama seca?

    Agradeço mais uma vez!

    Atenciosamente,

    André.

  • Natália Cardadeiro e Silva

    Bom dia,
    Tenho uma composteira de três caixas há mais de um ano, minhas minhocas são as californianas, e elas estão super bem….. Produzem bastante comlosto e chorume, no entanto, nos últimos meses percebi a presença de larvas pretas de cerca de 2 cm próximas a composteira e alguma espécie de vespa dentro das caixas…. O que isso pode ser? O que devo fazer?
    Obrigada.
    Natália

  • Olá, tudo bem?
    Eu recentemente conheci seu site, e portanto anteriormente não sabia do que podia ou não colocar na composteira, e estava depositando nela cascas de limão, e alguns restos de comida, inclusive de ossos de animais. Hoje após ler sua matéria e os comentários fui observar melhor e a caixa do meio esta com uma quantidade enorme de larvas pretas, que se parecem em tamanho e textura com o bichinho de laranja que compro para pescar, e um forte cheiro de amônia. E ai eu cobri as larvas com pós de café, abri um pacote novo e cobri-as. E agora, o que eu faço? Pensei em abrir um buraco no quintal e enterrar e começar de novo…

  • josemar

    vendo minhocas na minha loja e sao bem tratadas mas elas estao fugindo

  • paulo

    em meu minhocário apareceram baratas, o que deve fazer para elimina las.

  • paulo

    estão aparecendo baratas no meu minhocário, o q devo fazer para elimina las. borra de cafe resolveria?

  • cidinha almeida

    O que fazer com as formigas na compostagem?

    • Elaine Maria Costa

      Cidinha,

      Use borra de café espalhada por cima do composto. Tente também borrifar água com óleo essencial de laranja (precisa ser puro). O cheiro da laranja espanta as formigas. Uso muito da horta e funciona bem. Só precisa renovar quando acrescentar mais resíduos na composteira.

      • Luciano Correa Matos de Campos

        Olá colega só gostaria de ressaltar que minhoca não produz chorume só na compostagem e vai depender da quantidade se for agrupado muita matéria orgânica num local só.Obrigado.

    • Jefferson D Souza

      Pode utilizar a borra de cafe sem açucar. Ajuda a espantar.

      • Leonardo

        Boa tarde Jefferson, você pode utilizar a borra do café sim, porém sem açúcar, pode ir até com o coador (se for de papel reciclável), ajuda a espantar formigas e as minhocas irão decompor esse composto, o recomendado é rasgar em pequenos pedaços para facilitar o processo.

  • Pingback: Passando para o próximo nível | Mais Com Menos: Vida Simples e Prosperidade Sustentável()

  • Edilberto

    Fiz uma composteira domestica com 3 caixas, mas vi um comentário seu perguntando se a caixa era escura, as minhas são brancas, tem problema ??

    • Elaine Maria Costa

      Ediberto,

      As caixas na cor clara deixam passam muita luminosidade, que podem mesmo incomodar as minhocas. Já tive um minhocário assim como teste e todas fugiram. Encontrei um monte delas perambulando pelo quintal. Imagine como isso deve ser ruim para elas, que são acostumadas a viver embaixo da terra.

      E se as paredes das caixas forem finas, pior ainda. Avalie a possibilidade de colocar o minhocário em algum lugar mais escuro. Isso pode ajudar.

  • Gregory

    Olá Elaine!

    Tenho uma composteira doméstica feita em baldes com tampa. Em minha região não acho facilmente minhas californianas e por isso resolvi fazer a compostagem com minhocas gigantes africanas.

    O substrato que recebi, indicado pelo produtor que me vendeu os exemplares das minhocas, é esterco bovino.

    Procedi da seguinte forma:
    1) coloquei o esterco na composteira, umedeci bastante e aguardei até que a temperatura estivesse boa para colocar as minhocas

    2) coloquei as minnhocas e na falta de material seco, adicionei a serragem (da fina, pois a grossa é mais difícil de achar)

    3) coloquei a composteira na sombra, e fui adicionando a materia orgânica regularmente, cobrindo à com serragem.

    4) tempos depois percebi que algumas minhocas estava tentando fugir, e algumas até ficavam grudadas na parte interna da composteira.

    5)Passei o fim de semana fora da cidade e na volta fui visitá-las. Para minha decepção, só havia alguns poucos filhotes na composteira.

    6) Não sei se elas fugiram pelos furos de 2,5mm que fiz na parte superior do balde, para que entrasse oxigênio, ou se elas morreram e se desintegraram dentro do substrato

    Por favor, me diga onde faltei com atenção e que cuidados maiores preciso tomar pra evitar que isso aconteça novamente?

    • Elaine Maria Costa

      Olá, Gregory!

      Tudo que que vc está fazendo está correto. O problema pode estar no esterco. Vc está curtindo ele por quando tempo antes de colocar no minhocário? Os baldes que está usando são de cor escura?

      Abraços//

  • Sullivan

    Tenho uma composteira com 4 caixas, iniciei o processo colocando resto de cascas de alimentos, borra e filtro de café e tenho coberto esse material com serragem.
    Posso também utilizar papel picado de picotadora? Verifiquei que apareceram algumas larvas de mosca ( bigato ), cobri a superfície com serragem e por cima da serragem coloquei bastante borra de café e para minha surpresa as larvas começaram a fugir das caixas, isso pode também afetar as minhocas?

    Obrigado.

    • Elaine Maria Costa

      Sullivan,

      Fazemos compostagem de papel, mas não nas caixas. Nós preferimos fazer em montes pois acaba demorando mais nas caixas.

      Sobre as larvas, não se preocupe. A serragem dificultou a respiração e o cheiro do café espantou. Já as minhocas adoram a borra de café e não se incomodam com a serragem pois não encontram dificuldade para circular por ela.

      Abraços//

  • Marta

    Tenho um minhocário de caixa plástica (comprado) já fazem dois meses e meio, retirei o chorume uma vez e não tem mais, o que pode ser? Como devo proceder?

    • Elaine Maria Costa

      Marta,

      O que pode estar acontecendo é que o local onde o minhocário está recebendo muito calor durante o dia e o líquido dos resíduos está evaporando. Em geral não é preciso molhar o composto pois os resíduos já possuem a sua umidade. Mas se vc perceber que o composto está muito seco (ao apertar um punhado não sai água), tente borrifar um pouco de água, mas sem encharcar. Verifique também a possibilidade de mudar as caixas de local (caso o calor seja o problema).

      Abraços//

      Elaine

  • clarice tomisawa

    tenho um minhocario doméstico de tres caixas plasticas e de um mes prá cá,tenho percebido muitos¨pontinhos pretos” que se movimentam sobre o resto de lixo doméstico que coloco na caixa. Não sei se são larvinhas daqueles mosquitinhos pretos de frutas que costumam aparecer em dias quentes ou abafados ou se é alguma outra praga. será que ” mordem “as minhocas ? Tenho borrifado o NEEMM ( repelente ) quando tem muito mosquitinho, mas percebo que tem aumentado muito esses pontinhos pretos. Vcs podem me esclarecer e orientar à respeito ? Grata

    • Elaine Maria Costa

      Clarice,

      Esses bichinhos realmente aparecem e aumentam de quantidade com o calor. Uma solução que usamos é cobrir os resíduos com mais serragem ou folhas secas. Isso associado ao Neem ajuda a diminuir a quantidade de moscas e larvas. Mas saiba que esses bichinhos também tem seu papel no processo de compostagem. Por isso só precisamos agir quando percebemos um grande aumento da presença deles. Em pequenas quantidades elas não incomodam as minhocas.

      Espero ter ajudado.

      Abraços//

      Elaine

  • Guilherme

    Tudo bem? Minha composteira está infestada de bichinhos brancos
    Oque eu fazer?

    Obrigado

    Gui

    • Elaine Maria Costa

      Guilherme,

      Quando temos esse tipo de problemas usamos duas soluções: diminuir a umidade usando bastante serragem, mas tem que esperar um bom tempo para os bichos sumirem. Ou então acrescentamos terra até cobrir totalmente os resíduos. Não afeta as minhocas e faz os bichos sufocarem.

      Abraços

      • Amigos boa noite. esses bichos sao normais isso é um sistema de biodiversidade e decomposicao. o que nao pode haver nesse sistema sao baratas e formigas . larvas, besouros sao normais!

  • Lycia Schettini

    Faço compostagem domestica ha alguns anos, e aconteceu de as minhocas começarem a fugir da caixa. Ao abri-la, verifico que a caixa foi invadida por animais como corós, de uns 3×2 centimetros bastante ágeis no ataque a comida das minhocas, quem sabe, devorando as próprias minhocas.
    Podem ter vindo na madeira da serragem?
    O que pode ser isto? Como lidar?

  • oberdan da silveira barbosa

    Devo adicionar terra ao esterco? Tenho uma pequena piscina de alvenaria 3m x 1,5 m x 40cm tem até um cano para vazar o chorume. Vou fazer um minhocário. Quero as minhocas para alimentar minha tilápias caseiras e humus para minha horta.
    Obrigado pelas dicas já fornecidas e parabéns pela iniciativa.
    Oberdan

  • j

    boa tarde, quero saber se eu uso as mesmas minhocas em todas as caixas,e quando o composto estiver pronto eu posso ensacar e a data de validade é de quantos dia para venda.obrigado

  • Ricardo Vendramini

    Gostaria saber se posso criar minhocas em galoes de agua mineral cortando sua ponta e fazendo como se fosse um balde, e qual especie de minhoca usar estas minhocas que vou criar será para pesca

    obrigado

    • Elaine Maria Costa

      Ricardo, é uma boa idéia. Vc pretende usar os galões um sobre o outro? Eles precisam encaixar para que vc não tenha problemas com o peso quando estiverem cheios. Tb precisa pensar na transparência dos galões pois a minhocas não gostam de luz. Uma demão de tinta à base de água numa cor escura pelo lado de fora resolve.

  • Pingback: Cinco passos para fazer compostagem doméstica | Mais Com Menos: Vida Simples e Prosperidade Sustentável()

It is main inner container footer text