img

Como fazer compostagem doméstica sem minhocas (passo-a-passo)

Muitas pessoas, quando começam a pesquisar sobre compostagem, encontram sites ensinado a fazer compostagem com minhocas e, por isso, acreditam que só é possível reciclar seus resíduos com o uso delas. Então quero trazer luz sobre esse assunto ensinando outra forma de fazer compostagem, já que a morte de minhocas é um problema que a grande maioria dos amigos compostadores enfrentam.

Qual a diferença entre a compostagem com e sem minhocas?

A compostagem de resíduos orgânicos é um processo de decomposição realizada por microorganismos, onde ocorre a oxidação e oxigenação da matéria orgânica, podendo variar de uns poucos dias para várias semanas, de acordo com as condições ambientais.

Só então pode ser usado como adubo ou direcionado para a vermicompostagem, ou a compostagem com o uso de minhocas.

O objetivo da vermicompostagem, ou compostagem com minhocas, é enriquecer o composto com hormônios e outras substâncias de crescimento que ajudam a fornecer às plantas uma nutrição equilibrada e maior resistência a doenças. Assim, os dois processos se completam, mas podem ser feitos de forma independente (leia mais sobre o assunto no meu guia sobre o assunto).

Por isso quero apresentar um modelo básico de composteira para você começar a compostagem sem a necessidade de minhocas.

Faça compostagem sem minhocas

Você vai precisar de:

  • Dois baldes escuros e com tampa, com volume para 45 dias dos seus resíduos cada (para revezamento)
  • Duas torneiras de bebedouro com vedação
  • Tela metálica fina
  • Tijolos, pedriscos ou pedras de argila expandida (ideal por serem mais leves)
  • Furadeira e brocas (ou outra técnica para fazer furos em plástico)
  • Pedaço de madeira da altura do balde
  • Jornal sem cor, serragem ou folhas secas
  • Restos de alimentos permitidos

Montagem:

compostagem_sem_minhocas
Imagem do guia Como fazer compostagem doméstica
  1. Fure os baldes 2 cm do fundo e fixe as torneiras
  2. Faça alguns furos nas tampas dos baldes e nas laterais superiores
  3. Coloque pedaços de tijolo, pedriscos ou argila expandida cobrindo o furo da torneira
  4. Corte dois pedaços da tela metálica nas dimensões do balde e de forma circular. Fixe a tela no fundo sobre os pedriscos.
  5. Cubra a tela com serragem e deposite os resíduos. Cubra-os totalmente com serragem ou folhas secas. A proporção deve ser 2 partes secas para 1 parte de resíduos.
  6. Use o primeiro balde até o topo e depois deixe compostar por 30-45 dias. Revire os resíduos semanalmente com o auxílio do pedaço de madeira. Você pode também adotar uma colher de pau grande para a tarefa.

Após 30-45 o composto deverá estar pronto para uso.

  • Françoyse Bon

    Por que precisa de duas torneiras?

    • É uma torneira para cada balde. São dois conjuntos que devem ser revesados.

  • Rui Colaço

    Olá Eliane. E muito obrigado pelos seus artigos e Parabéns pela sua iniciativa.
    Gostava de lhe colocar uma questão, que ainda não encontrei resposta na internet…
    Encontro com muita frequencia e em grande quantidade as “minhocas vermelhas” nos vasos e floreiras que uso e acabo por não ter grande crescimento nas plantas. Quando as retiro da terra há sempre muitas minhocas. Estas minhocas tambem comem as raizes das plantas? Obrigado

    • Elaine Maria Costa

      Rui,

      As minhocas se alimentam de material de decomposição, nunca de matéria viva. Podem até se alimentar das raízes, mas só se essas já estiverem mortas. Então, não se preocupe. Essas que tem achado nos seus vasos só estão ajudando suas plantas a ficarem mais bonitas através do húmus que elas produzem.

      Grande abraço!

    • Rui, elas se alimentam do que não está mais vivo. Isso pode ser pedaços das raízes também. Mas só o que já morreu. Por isso é muito comum encontrar minhocas no meio das raízes. E elas acabam mantendo as plantas mais saudáveis.

  • Pingback: Perguntas Frequentes sobre Compostagem Doméstica - Mais Com Menos: Vida Simples e Prosperidade Sustentável()

  • Josiane Sian

    Boa tarde
    Eu fiz a composteira sem minhoca, é normal aparecer uns mosquitinhos dentro da composteira não é mosca
    A tampa por dentro criou água e apareceu pequenas larvinhas
    Obrigada

    • Josiane, isso é normal mas fique de olho na umidade. Ela é a grande vilã da composteira. Caso comece a cheirar diferente, acrescente mais matéria seca.

It is main inner container footer text