Tintas ecológicas à base de terra

As revistas Casa Cláudia (n. 06) e Minha Casa (n. 3) trazem neste mês uma indicação muito interessante de produto ecologicamente correto: a tinta de terra Solum.

Com 15 cores a partir de pigmentos minerais extraídos de jazidas certificadas e com base aquosa não tóxica, a Tinta Solum pode ser usada tanto em área interna quanto externa. E o mais interessante: ela adere ao reboco ou outros substratos, o que dispensa gastos com fundo preparador ou massa corrida. Fantástico, não é mesmo? Renovar a casa com produtos sustentáveis, e de forma muito prática.

Mas para quem acha os produtos ecologicamente corretos muito caros, essa tinta mostra exatamente o contrário: que é possível ser consciente sem pagar mais por isso. Só para ter uma idéia, o preço um balde com 18 litros custa cerca de R$ 205,00, valor muito próximo de qualquer tinta de boa qualidade. Outro fator é que a paleta de cores baseadas em tons terrosos é L-I-N-D-A! Mas sou suspeita para falar pois A-D-O-R-O tons de terra.

No site do fabricante existem algumas fotos de superfícies com a aplicação da tinta, que você pode conferir aqui.

Em julho vamos concluir (se Deus quiser…) a reforma da nossa casa que começou a dois anos, quando nos mudamos para cá. Tanto por falta de $$$, quanto por dificuldades em administrar nosso tempo para acompanhar os serviços, fomos deixando várias coisas de lado. Por isso, se tudo der certo, acho que vou experimentar a Tinta Solum.

Créditos pela foto: Revista Minha Casa n.03 de jul/10

About The Author

Elaine Maria Costa

Elaine Maria Costa é administradora, coach e permacultora, faz compostagem doméstica desde 2009. Em 2013 mudou-se de uma área urbana para morar numa chácara em Embu das Artes – SP com o objetivo de ter maior qualidade de vida, contato com a natureza e sustentabilidade pessoal.

  • maria clara ferreira almeida

    amei a tina solum… tambem vou fazer o mesmo aqui em casa.