Reutilizando dispositivos móveis usados como leitores de ebooks

Quem não tem pelo menos um celular / palm / pda / smartphone guardado na gaveta, sem saber o que fazer com ele? Um dos grandes benefícios gerados pelo acesso ao crédito fácil foi permitir que mais e mais pessoas pudessem usar equipamentos antes inviáveis em razão do preço.

Apesar disso, o crédito também incentivou a rápida obsolescência desses equipamentos, aumentando (em muito) a quantidade do chamado lixo eletrônico, que contempla todos os equipamentos perfeitamente funcionais que trocamos por novos, atendendo ao apelo da mídia, como televisores, rádios, computadores, celulares e outros. Mas, qual é o problema de trocar um equipamento para um novo se eu posso enviar o antigo para reciclagem? Infelizmente, a reciclagem do lixo eletrônico ainda é uma questão complexa.

Segundo o blog Lixo Eletrônico, no Brasil existem pouquíssimas empresas capazes de separar todos os materiais para a reciclagem.

“os plásticos vão para empresas recicladoras, os tubos dos monitores são cortados em via úmida e geram óxidos metálicos, as placas passam por moagem e separação química e depois banho e separação interna para retirar os metais que estão agregados na matéria-prima. Todo o processo é químico. Após o reprocessamento dos resíduos tecnológicos, são obtidos sais e óxidos metálicos que serão utilizados nas indústrias de colorifício, cerâmicas, refratárias e indústrias químicas.”

É comum exportar a parte perigosa dos resíduos para países como China, a Índia e o Quênia, onde acabam extraídos nas mais precárias condições de segurança no fenômeno chamado “mineração urbana”.

Para ter uma idéia do volume de lixo eletrônico gerado diariamente, assista ao vídeo com a apresentação do artista ambiental Chris Jordan, realizada na conferência Greener Gadgets em 2008.

Assim, já que a reciclagem é uma etapa ainda difícil e dispendiosa, devemos buscar reduzir a geração de lixo eletrônico, bem como reutilizar os equipamentos já existentes. Para isso, uma das propostas é adaptar celulares, palms, PDAs e smartphones, para funcionarem como leitores de livros digitais, os ebooks.

O Mobipocket Reader

O Mobipocket Reader é um software gratuito que permite gerenciar seus ebooks, a partir de um computador, e convertê-los para que sejam lidos a partir de dispositivos móveis como celulares, palms, PDAs e smartphones. Possui uma interface amigável e bem intuitiva, o que facilita seu uso.

O Mobipocket Reader também converte arquivos em PDF (Adobe Acrobat) e DOC (Word), permitindo que sejam lidos e utilizados nos dispositivos cadastrados. Porém, para que o software funcione corretamente, é preciso observar o sistema operacional do seu dispositivo. Para os mais antigos, talvez seja preciso usar uma versão mais antiga do Mobipocket Reader. Para mais detalhes, acesse o site de download do Mobipocket Reader.

Porque usar ebook?

Além de não precisarem de papel para serem lidos, os ebooks permitem que qualquer pessoa com uma boa idéia possa compartilhá-la a um custo muito menor do que por um livro tradicional. Isso democratiza o compartilhamento de informações, antes limitado a livrarias e bibliotecas, desde que sempre observados os direitos autorais.

Onde encontrar ebooks para download

Abaixo relaciono alguns sites que considero mais interessantes:

http://www.ebooksbrasil.org – possui um acerto com gêneros variados em vários formatos de arquivo, incluindo a extensão para Mobipocket Reader. É só baixar e sincronizar com o seu dispositivo móvel. A disposição dos títulos e gêneros deixa um pouco a desejar, mas vale a pena olhar toda a relação de livros disponíveis.

http://www.ebookcult.com.br – os títulos disponíveis são assuntos que praticamente todo mundo gostaria de ler. É de fácil navegação, mas não apresenta todos os livros em extensão para Mobipocket Reader ou PDF. É preciso verificar esse detalhe antes de baixar o arquivo.

http://virtualbooks.terra.com.br – site realmente muito bom. Apresenta a descrição dos livros, bem como alguns trechos do mesmo, facilitando a escolha pelo título. Todos os livros estão em extensão PDF.

Concluindo

Dos conhecidos 3Rs (reduzir, reutilizar e reciclar), reduzir e reutilizar os equipamentos eletrônicos é o que podemos fazer, a partir de agora, para diminuir o volume de lixo no Brasil. Reduzir significa ter mais critério na hora de comprar novos equipamentos, buscando sempre aqueles que atenderão suas necessidades por mais tempo. E reutilizar, ou usando os equipamentos para novas funções – conforme descrito acima – ou doando esses equipamentos para quem fará uso deles. Assim estaremos fazendo a nossa parte para reduzir a exploração dos recursos naturais do Planeta.

About The Author

Elaine Maria Costa

Elaine Maria Costa é administradora, coach e permacultora, faz compostagem doméstica desde 2009. Em 2013 mudou-se de uma área urbana para morar numa chácara em Embu das Artes – SP com o objetivo de ter maior qualidade de vida, contato com a natureza e sustentabilidade pessoal.