O barato que pode sair caro

Hoje é a tal da Black Friday. O que você planejou para esse dia?

Talvez esteja a muito tempo querendo comprar alguma coisa e vê nesse dia a oportunidade de fazer um bom negócio. Afinal, não tem jeito: o consumo é parte inerente da vida como comento aqui.

Mas talvez você esteja apenas com uma coceirinha no bolso, motivada pelo excesso de propagandas que aparecem pelos mais diversos canais.

Sinceramente, até acho que é uma boa oportunidade para quem precisa. Mas como diz o pessoal do Instituto Akatu, comprar pela metade do preço algo que você não precisa é muito caro.

Se você comprar algo apenas porque está barato, e não por necessidade, será que não vai faltar para o que realmente é importante? E mesmo que não falte agora, será que poupar para amanhã não pode ser mais interessante?

Hoje 46,2% das famílias brasileiras têm algum tipo de dívida, contra 20% há dez anos. Se esse for o seu caso, é preciso ainda mais cautela para gastar.

Com a atual situação econômica e a tendência de aumento da inflação, a renda familiar só tente a diminuir. Isso significa que o seu poder de compra também diminui e terá que fazer escolhas sobre o que fica e o que sai.

Mas isso é BOM!!! Você tem a oportunidade de colocar a sua vida financeira na ponta do lápis e descobrir para onde vai o seu dinheiro. Mas não só do ponto de vista financeiro. Aproveite para avaliar os seus gastos considerando o quanto eles estão contribuindo para:

  • A saúde e qualidade de vida – esse gasto está melhorando a minha qualidade de vida?
  • O equilíbrio entre a vida pessoal e profissional – esse gasto permite que tenha uma vida mais equilibrada?
  • Garantia de ROI positivo no futuro – esse gasto pode ser considerado como investimento futuro?
  • A sua missão e propósito pessoais – esse gasto está contribuindo para que realize a minha missão?

As crises não são novidades. Elas são cíclicas e, devo dizer, necessárias. Nada melhor do que uma crise para nos colocar em movimento.

E nada melhor do que estar ciente sobre isso para fazer o que precisa ser feito. O que você vai fazer hoje?

About The Author

Elaine Maria Costa

Elaine Maria Costa é administradora, coach e permacultora, faz compostagem doméstica desde 2009. Em 2013 mudou-se de uma área urbana para morar numa chácara em Embu das Artes – SP com o objetivo de ter maior qualidade de vida, contato com a natureza e sustentabilidade pessoal.