img

Para onde suas escolhas levam você?

Você busca o sucesso. Trabalha como se não houvesse amanhã. Chega cedo, sai tarde. Faz muito com pouco. É um profissional exemplar. Um modelo a ser seguido. E, certo dia, o reconhecimento vem. E você é promovido. Então, finalmente, se sente feliz.

Por algum tempo…

Os novos desafios, que não são mais tão novos, as cobranças, cada vez maiores, a vida pessoal, cada vez menor. Em algum momento você para e pensa: será que a vida é só isso mesmo? Pois se for, começa a parecer sem propósito.

A origem das nossas dúvidas está nas mais essenciais perguntas que o homem já fez a si mesmo:

Quem sou eu?

O que estou fazendo aqui?

E a falta de respostas a essas perguntas existe porque não as procuramos nos lugares certos.

Fomos ensinados a procurar a causa dos problemas naquilo que podemos ver e tocar. Com isso, aprendemos que a responsabilidade pelo que acontece não é nossa. Que somos vítimas das circunstâncias.

E, nessa situação, o que podemos fazer então além de reclamar?

Mas isso não é bem verdade. E podemos escolher um caminho diferente.

O caminho dos que são líderes das próprias vidas.

Essa escolha depende de cada um. E cada escolha tem um preço e uma recompensa.

Escolher o caminho da vítima é fazer as coisas que todo mundo faz, culpando os outros pelo que acontece em suas vidas. Também significa calar a voz interior, e continuar por anos e anos a se perguntar: “e se…”.

Já se assumir responsável pelo que acontece em sua vida significa ter o poder em suas mãos. O poder de mudar, quando e onde for preciso. Quer dizer ousar viver, ser verdadeiramente feliz, ser o melhor que se pode ser.

O que você tem escolhido para a sua vida? O que você quer realmente escolher? E quem está te impedido de escolher o que quer?

Lembre-se: o poder de escolher é sempre seu, mesmo quando escolhe escolher o que os outros escolheram para você.

Até a próxima!

It is main inner container footer text