A arte de escolher caminhos

ID-100219817O Natal já passou e o Ano Novo vem aí. Já tirou um tempo para escrever seus objetivos para 2014? Se sim, maravilhoso! Se não, excelente! Sempre há tempo para se comprometer consigo mesmo. Enquanto avaliava minhas metas de 2013 e escrevia meus objetivos para 2014 constatei que tive a oportunidade de aprender muitas coisas esse ano. Por isso, achei que devia compartilhar um pouco desse aprendizado. Afinal, todo conhecimento existe para ser compartilhado. Assim, quero contar para você o que descobri sobre a arte de escolher caminhos.

Após concluir a formação em Professional & Self Coach pelo IBC, busquei intensamente aplicar os ensinamentos no meu local de trabalho, bem como em atendimentos particulares. Com esses, estou cada vez mais feliz e satisfeita por conseguir mensurar resultados palpáveis com meus coachees. Por isso, nesse Natal, ao invés de presentes dei processos de Coaching para alguns amigos. Foi uma decisão acertada!

No trabalho tive ótimos resultados com meus colegas. Alguns até mesmo surpreendentes, como a real mudança de atitude de um dos companheiros em relação à equipe. Ou seja, em matéria de aplicar as técnicas de Coaching para obter resultados, tudo fantástico.

Mas ensinamos melhor o que mais precisamos aprender. Ajudar as outras pessoas a atingir seus objetivos me fez perceber que não estava buscando realizar objetivos que realmente eram meus.

Você pode estar se perguntando: mas como uma Coach, que ajuda os outros a encontrar e atingir seus objetivos, teve dúvidas sobre seus próprios objetivos?

Essa é a lição que desejo compartilhar com você: por mais bonitos ou socialmente aceitos que alguns objetivos possam ser, precisamos sempre questionar se eles refletem quem realmente somos e onde queremos chegar. Para isso, precisamos nos conhecer bem, saber nossas qualidades e fraquezas, conhecer o ambiente onde estamos inseridos para, assim, sermos totalmente honestos com nós mesmos.

Quando decidi ser realmente honesta, percebi que meus objetivos em relação ao trabalho não refletiam a real situação do ambiente. Nesse momento ficou claro que devia tomar decisões corajosas e, provavelmente, incompreensíveis para as outras pessoas. Lidar com a falta de compreensão do outro não é tarefa fácil, mas decidi não dar ouvidos para a platéia e seguir a minha intuição.

Se existe uma coisa que nos faz ter certeza sobre um caminho é a rapidez com que uma escolha se torna realidade. Quando somos sinceros com nossas escolhas, encontramos o nosso caminho. Mas nossas escolhas devem partir de nós, e não ser influenciadas pelos outros.

Para concluir o ensinamento que queria compartilhar com você, recomendo fortemente que avalie seus objetivos para 2014 com base no que sente em relação a eles. Separe um tempo, vá a um lugar tranqüilo e se pergunte: o que realmente valorizo nessa vida? O que faz meus olhos brilharem e meu coração bater mais rápido? Qual a minha verdadeira paixão? Como posso usar o que mais amo nesse mundo para ajudar a resolver os problemas que mais odeio?

Não existe uma resposta certa. O que existe é o que é certo para você. Por isso, faça esse exercício sozinho e seja o mais sincero possível. Se surgir uma voz em segundo plano dizendo “mas o que os outros vão pensar disso?”, responda: “e isso importa?”. Lembre-se sempre que não é possível ter resultados diferentes fazendo as mesmas coisas.

“Viver é como andar de bicicleta: É preciso estar em constante movimento para manter o equilíbrio.” – Albert Einstein

Para terminar esse email, desejo que 2014 seja o GRANDE ANO da sua vida no qual conseguirá realizar tudo o que sempre quis. Desejo a você decisões corajosas e escolhas acertadas que lhe permitam ser a melhor pessoa que pode ser. Por fim, desejo que encontre sua grande motivação e que seja capaz de manifestá-la em tudo o que se propor a realizar.

FELIZ ANO NOVO!

Imagem cortesia de noppasinw, freedigitalphotos.net

About The Author

Elaine Maria Costa

Elaine Maria Costa é administradora, coach e permacultora, faz compostagem doméstica desde 2009. Em 2013 mudou-se de uma área urbana para morar numa chácara em Embu das Artes – SP com o objetivo de ter maior qualidade de vida, contato com a natureza e sustentabilidade pessoal.