Como fazer um minhocário doméstico

| 15 de abril de 2009 | 125 Comments

Após três meses usando um minhocário para processar os restos de alimentos de casa posso dizer: ter um minhocário em casa é ótimo!

Para quem não sabe, um minhocário (ou composteira) é uma fazenda de minhocas que ajuda a reciclar os restos de comida e transformar o substrato em húmus, um composto muito rico que pode ser usado como biofertilizante em hortas e jardins. Antes de optar por uma solução caseira, pesquisei sobre o assunto e encontrei empresas que vendem modelos prontos em caixas plásticas, que podem ser usados até em apartamentos. Além de caixas plásticas, um minhocário pode também ser montado em tambores, cestas de frutas, canteiros e outros.

Observei que a estrutura mais prática para a montagem do minhocário para compostagem são as caixas plásticas empilhadas. O tamanho varia conforme o necessidade da residência e do local disponível para o minhocário. Inicialmente, usei três caixas plásticas empilhadas com pequenas aberturas para manter a estrutura oxigenada (importante).

O elemento principal do minhocário (isto é, minhocas) encontrei na horta da minha mãe, debaixo dos restos de comida que ela enterra para fazer adubo. Mas, se você não tiver uma horta por perto, sugiro dar uma olhada no Minhobox, que apresenta várias opções para adquirir uma colônia de minhocas. Outra possibilidade é usar o humus de minhoca encontrado em lojas de jardinagens, que sempre apresentam vários ovos misturados à terra.

Como fazer um minhocário caseiro

Você vai precisar de:

  • Três caixas em cor escura, tipo container, que possam ser empilhadas sem o apoio das tampas;
  • Torneirinha de bebedouro;
  • Pedaço de tela de arame grossa;
  • Pedaço de manta permeável;
  • Minhocas (conheça as principais espécies no artigo Espécies de minhocas: diferenças básicas)
  • Substrato (inicialmente um saco de 20Kg);
  • Jornal sem cor;
  • Restos de comida.

Corte o fundo de duas das caixas mantendo uma borda de 3 a 5 centímetros. Numa das caixas, fixe a tela de arame grossa, que deve estar na medida do fundo da caixa. Para facilitar, coloque a tela de arame dentro da caixa. Na outra caixa, fixe a manta permeável. Neste caso, é mais fácil fixar a manta por fora da caixa com fita vinílica ou similar.

Na caixa restante, corte lateralmente um orifício na mesma medida da torneirinha, fixando-a (sugiro usar silicone para evitar vazamentos).

A estrutura proposta usa somente uma tampa, que deve possuir algumas perfurações para permitir a oxigenação.

Seguindo o modelo apresentado no livro Soluções Sustentáveis: Permacultura Urbana, a estrutura do minhocário é a seguinte:

Fonte: a autora.

Coloque o substrato umedecido na caixa do meio e, em cima dele, as minhocas (para saber a quantidade ideal de minhocas leia o artigo Com quantas minhocas eu começo?). Após três dias, acrescente o substrato na caixa superior e os restos de alimentos. Cubra com o jornal sem cor.

O período médio para produção do humus são 45 dias. Então, coloque uma peneira grossa, no topo do substrato, com restos de comida. Os restos vão atrair as minhocas, que passarão pela peneira, facilitando a retirada do humus (para saber mais leia Como saber quando o húmus está pronto).

Observações

As minhocas não gostam de sol e calor excessivos. Por isso, mantenha o minhocário em lugar à sombra e arejado. Também é importante manter a terra úmida.

Mas, se você não quiser ter todo esse trabalho mas deseja ter um minhocário em casa, sugiro que conheça os modelos prontos da Morada da Floresta. O grande benefício do minhocário, na minha opinião, é permitir que conheçamos nossa rotina em relação aos alimentos, principalmente sobre o que estraga na geladeira. Quando identificamos quanto de lixo geramos, passamos a ter mais critério, tanto para comprar quanto para usar, reduzindo e desperdício de alimentos.

Atenção – leia também o artigo “Minhocário Doméstico – versão 2.0″ para aprender outra forma de montar um minhocário.


Sobre:  Elaine Maria Costa é Administradora, especialista em Administração Industrial, Coach certificada pelo Instituto Brasileiro de Coach - IBC e tem formação em Desing em Permacultura pelo IPEMA. Trabalha mais de oito anos com Gestão de Pessoas, Clima Organizacional e Sistemas de Gestão para Qualidade, Meio ambiente, Saúde e Segurança. Faz compostagem doméstica a mais de quatro anos. Atualmente é moradora de Embu das Artes - SP.


Share
Tags: , , , , , , , , , ,

Tags: , , , , , , , , , ,

Category: Compostagem Doméstica

Comments (125)

Trackback URL | Comments RSS Feed

  1. Renaldo disse:

    Excellent goods from you, man. I have understand your stuff previous
    to and you are just extremely fantastic. I really like what you’ve acquired here, certainly like what you’re saying and the way in which you
    say it. You make it enjoyable and you still care for to keep it sensible.

    I can’t wait to read much more from you. This is actually a great website.

  2. Benedito Menezes disse:

    Até agora não achei em nenhum lugar da internet se deve colocar agua na composteira (minhocario). Como se dá a umidade do churume?

  3. Usually, it can be traced from a leaking hose,
    an overflow from the kitchen sink or the washing machine, in-wall pipes that have broken
    down, toilet clogs, roofs that leak, walls that form moisture from within and even naturally occurring phenomena like flood, snow, or
    heavy rains. The task of buying a used camper and making sure you get
    the best deal possible can prove daunting. It would be a good idea to leave a good pump or two underneath the house
    at all times for good measure.

  4. Charis disse:

    Hi! This is kind of off topic but I need some help from an established
    blog. Is it difficult to set up your own blog?
    I’m not very techincal but I can figure things out pretty fast.
    I’m thinking about setting up my own but I’m not sure
    where to start. Do you have any ideas or suggestions? Many thanks

  5. Adopt the home chef – Existing a normal livikng has numerous rewards.

    You’ll makelife easier ffor yourself, those around you, together witheven your family.
    Viriluty monitors operate iin the same means sice ovulation prediction kits.

  6. Clara disse:

    Hellο my friend! I want to say that this post is amazing, nicxе written anԁ come with almost
    аll vital infos. I’d like to look extra posts
    like this .

  7. Dalton disse:

    Porque as minhocas so esta ficando de um lado so da caixa. O outro lado
    da caixa nao tem nenhuma,porque isso acontece ?

  8. João disse:

    Boa tarde,

    Gostaria de saber qual a malha do arame utilizado aproximadamente,

    Obrigado.

  9. Antonio José M. de Souza disse:

    Qual é a produção a partir de kg de minhoca?

  10. Jessika disse:

    A melhor explicação que obtive até agora e uma opção mais em conta.Mas, gostaria de saber que tipo de substrato devo colocar na caixa e em media quantas minhocas devo colocar numa caixa de 20 litros. Obrigada.

  11. Julio Cesar Moreira disse:

    Estou querendo produzir húmus para consumo em produtos orgânicos.
    onde consigo as minhocas e alguns acompanhamentos técnicos.
    Onde devo procurar ou pesquisar. Obrigado

  12. Flávio Tarcisio disse:

    Boa tarde, gostei , só tenho uma dúvida a segunda caixa deve ficar com substrato em que altura distante ou próximo da primeira ?

    • Elaine Costa disse:

      Flávio,

      Quando passamos a caixa 1 para baixo, normalmente os resíduos a compostar estão quase na altura da caixa. Mas se a sua preocupação é em relação às minhocas passarem para a caixa de cima, pode ficar tranquilo. Elas rastejam pela caixa e encontram o caminho para os resíduos. Qdo menos esperar, já não vão ter mais minhocas na caixa de baixo.

      Abraços//

      Elaine

    • juliana cordeiro disse:

      ameii o site usar o minhocario e uma ideia economica e q faz bem para a natureza

  13. Parabéns pelo artigo.

    Comercializamos composteiras prontas no nosso site e entregamos para todo o Brasil. Basta acessar o site. ecoisas.com.br

    O ecoisas surgiu para comercializar produtos saudáveis, ecológicos, orgânicos, naturais e sustentáveis.
    A idéia principal é consumir de forma consciente, otimizando os recursos naturais.

    Quem participa do ecoisas.com.br.
    Empresas que se preocupam e participamativamente das questões ambientais. Empresas que tenham ética e transparênciade atuação.

    Obrigado.

  14. Estou pesquizaando o ramo, por isso vai a pergunta.
    Eu posso começar um minhocario com as minhocas que ja tem na terra onde
    moro? e o ramo é quanto % de retorno, e temos facil comercio?

    • Elaine Costa disse:

      Jorge,

      Não conheço muito sobre a parte comercial das minhocas. Sei que são muito utilizadas em pesqueiros e o húmus é de comercialização fácil. Mesmo assim, creio que existem alguns requisitos para vender à lojas especializadas.

      Sugiro que faça uma consulta ao pessoal da Morada da Floresta, que trabalha nesse ramo. Eles podem informar melhor sobre essa parte comercial.

      Abraços//

      Elaine

  15. Solange disse:

    Olá,
    gostaria de saber se o chorume em contato com a pele pode causar alguma doença, tenho a impressão que depois de manusear a composteira o chorume espirrou no meu rosto e desde então estou com uma mancha que coça no rosto. Será?

    • Elaine Costa disse:

      Solange,

      É bom ver isso com um dematologista. O chorume é o resultado do processo de decomposição e, dependendo do que colocamos, pode sim causar alergias. Eu já tive uma reação nas mãos e, por isso, hoje luvas sempre que vou manejar as caixas. Vc pode ser sensível a alguma coisa no líquido.

      Abraços//

      Elaine

  16. antonio pires leandro disse:

    ELAINE COSTA TRABALHO NUMA ÁREA DE PRESERVAÇAO CULTIVANDO HORTA ORGÂNICA,FAÇO MINHA PROPIA COMPOSTAGEM PARA COLOCAR NOS MEUS CANTEIROS NO RECIPIENTE (CAIXAS DÁGUA)ESTOU CRIANDO MINHOCAS CALIFONIA COM ESTRUME DE BOVINO,AVES,PALHAS DE MILHO,FOLHAS SECAS ETC. GOSTARIA QUE VÔCE MANDASSE,PRA MIM TODOS OS MATERIAS NECESSARIOS PARA QUE EU POSSA ESTÁ AUMENTANDO MINHA PRODUÇAO

Leave a Reply

Switch to our mobile site